A Palavra Amiga
Hugo Cezar Messias

 


Um amigo de verdade, não tem preço; uma palavra amiga, também não! Portanto, nosso trabalho, de levar conforto às pessoas, é totalmente gratuito.

Não é necessário identificação,
caso não queira!


Busque uma Palavra Amiga
com Hugo Cezar Messias, através do

E-mail: hc.messias@gmail.com

Skype: hc.messias

Fone: (44) 3568-1992

   

 

COLUNA PALAVRA AMIGA
Hugo Cezar Messias

 

 

Espiritismo explicando

Indagavas quanto ao grande porvir. A Doutrina Espírita sossegou-te as ânsias, explicando que te encontras provisoriamente no mundo, a serviço do próprio burilamento, para a imortalidade gloriosa.

Perguntavas sobre os amargos desajustes entre corpo e alma, quando a enfermidade ou a mutilação aparece.

A Doutrina Espírita asserenou-te a aflitiva contenda íntima explicando que a individualidade eterna se utiliza, temporariamente, de um corpo imperfeito, como alguém que se vale de instrumento determinado para determinada tarefa de reprimenda de si mesmo.

Inquirias com respeito à finalidade dos problemas domésticos.

A Doutrina Espírita harmonizou-te o pensamento, explicando que o lar é instituto de regeneração e de amor onde retomas a convivência dos amigos e desafetos de existências passadas para a construção do futuro melhor.

Interrogavas em torno dos entes amados além do túmulo. A Doutrina Espírita suprimiu-te a

  inquietação,explicando que Deus não concede privilégios e que, em quaisquer instâncias do Universo, a alma recebe, inelutavelmente da vida o bem ou o mal que dá de si própria.Torturavas a mente, qual se devesse respirar em cárcere de mistério, toda vez que cogitavas das questões transcendentes da fé.

A Doutrina Espírita acalmou-te explicando que ninguém pode violentar os outros em matéria de crença, acentuando, porém, que toda fé, para nutrir-se de luz, deve ser raciocinada, em bases de lógica, porquanto, diante das leis Divinas cada consciência é responsável pelo próprio destino.

É necessário valorizar a Doutrina que, generosamente, nos valoriza. Sustentar-lhe a integridade e a pureza, perante Jesus que a chancela, é procurar o nosso aperfeiçoamento e trabalhar por nossa união.

Espírito Emmanuel – Chico Xavier. (coluna hcmessias)

 

 

 

A queda dos covardes

Amigos do face; irmãos brasileiros.

Aqueles que, ilusoriamente, e equivocados acham-se mais fortes e poderosos, porém fracos, e de moral ainda extremamente baixa, não tendo meios nobres para a satisfação de insanos e egoísticos anseios, inspirados por demônios, unem forças na maldade. Temem a perda de poder e de bens; de acabar na prisão, o que inverteria as posições de ricos e perfumados de colarinho branco, por uniformes presidiários fétidos. Não percebem que suas fraquezas e pequenez conspiram contra este bom povo. Pior que isso: conspiram contra a Divindade e elevados princípios cristãos. Sem personalidade, se modelam em hediondos ditadores de eras que eram, dos quais descendem em espírito.

Nosso povo, o mais religioso do planeta, portanto de fé inabalável, procura explicação e consolo pelas injustiças que se agravam. Deve retroagir no tempo e saberá o árduo final que sofreram os dominadores do passado, estando estes ainda em queda à procura das trevas que marcam o extremo da imensa cratera em que se atiraram.

 

Muito mais fracos, seus imitadores de hoje não passam de meros infantes aprendizes de falcatruas; não imaginam quão mais frágeis são. Seus antecedentes, dominadores e assassinos, pela ação de Deus, despencaram e facilmente desapareceram, mas na hora certa, por determinação do Supremo e invencível Juiz do Universo.

Eles passaram.

Creiam:

Estes também passarão.

Não esqueçamos a lição de Mahatma Gandi quando disse:
"Quando me desespero, lembro-me que em todos os tempos o amor e a verdade sempre venceram. Houve ditadores e assassinos e pareciam invencíveis, mas sempre caem. Lembrem-se disso. Sempre," (hcmessias)

 

 

 

 

Crítica - 1: Somos diferentes?

Amigos cristãos:

Criticar é censurar. Censurar pessoas, com base em critérios de caráter moral ou político é antecipar julgamentos e condenações.--.Somos juízes?—Santos?

Nestes dias, julgar e condenar corrupções, e outros deslizes em cargos públicos, ou outros virou um dogma.. Denegrimos figuras que, queiramos ou não, são nossos irmãos.

Ouvimos palestras e pregações no templo do bom pregador. Lá vestimos a alma com roupas angelicais, mas em seguida fazemos rodinhas para bater papo fora da Igreja. Nesses encontros apagamos a luz que Deus deitou sobre nós. Os temas se repetem com a seta venenosa apontada aos semelhantes, pessoas comuns, figuras políticas, administradores de cargos públicos. Não damos chances a ninguém.

O que Deus,pensa disso? qual o reflexo desses fatos no Tribunal de Jesus? Ele tudo vê e conhece nossas almas melhor que nós.

 

Depois o grupo se espalha e se multiplica como as críticas. Não percebemos que infringimos a lei divina que é muito maior que as legislações dos políticos ou politiqueiros.

Quem dentre nós nunca errou?

Quantos entre nós propôs valores a um policial rodoviário? isso no Código Penal chama-se corrupção ativa. E as fraquezas similares ou piores que operamos? E dinheirinho para alguém facilitar algo em nosso benefício, que perante o Código Divino chama-se grave profanação egoística? --E as comissões a arrebanhar serviços que devemos dividir com concorrentes? E as extorsões pela agiotagem, ao invés de salvar, por fraternidade, alguém da falência? Aos justos Deus não deixa faltar pão..

Onde está a ética e a empatia?

Pensemos sobre isso.

hcmessias

 

 

 

A violência segundo Allan Kardec

 "A violência não é da natureza humana, é uma herança dos atavismos; a recordação dos instintos primários, a presença da predominância da natureza animal sobre a natureza espiritual do homem e o desbordar de suas paixões."

O único antídoto à violência é a paz, mas não essa paz elaborada exclusivamente nos gabinetes. Nem a que resulta dos concertos dos governantes que antes, em beligerância, resolvem firmar um tratado que á apenas um espaço de rearmamento para antecipar a futura guerra.

Não essa paz que é proposta de fora para dentro, mas aquela que saiu dos lábios da pessoa incomparável, que dividiu a História em dois grandes cicls, e que demonstrou, que somente através da paz a criatura encontra a plenitude. Todos podemos

 

ser irmãos sem discriminação de raça, sem luta partidária, sem choque classista, se qualquer tipo de discriminação, e as minorias, por mais mínimas que sejam. Somente através dessa paz interior, que medra com a presença do sublime mensageiro de Deus, é que podemos desarmar-nos de violência para daí, então, impregnarmos aqueles que estão à nossa volta. Lentamente, qual mirífica luz, a paz irá clareando os horizontes sombrios da humanidade, dando início a um novo dia. Um dia cuja luz não se apagará jamais”.

Assim falou Allan Kardec referindo-se à guerra. Allan Kardec, Doutor em medicina, pedagogo, filósofo e mestre em filosofia, professor em várias disciplinas na Universidade Sorbone em Paris, poliglota, tradutor de diversas línguas, redator de revistas e jornais e contabilista nas horas de folga.

 

 

 

Linda história

Uma grande e bonita história começa pequena, e às vezes, no seu despertar, assim como a aurora boreal, não tem tanto encanto antes do verdadeiro amanhecer. Com os fatos acompanhando os tempos e o balançar dos ventos e demais efeitos da natureza, a história vai tomando forma e seu enredo, polido pela beleza da vida, passa a expôr a realidade de um tocante romance de singular AMOR ao qual nenhum coração resiste às comoventes emoções que todos gostariam de viver. Pena que existem poucos - hcmessias

   

 

 

 

Homenagem às santas e não santas mulheres

Parabéns, mulheres do mundo todo. Vocês são demais. Sem vocês (e os homens, claro) ninguém existiria.

Claro que existem mulheres de todas as qualidades, todavia, as desagradáveis, merecem nosso amor, nosso respeito e nosso carinho da mesma forma. Se a metade dos homens tivesse as virtudes femininas, com certeza nossa humanidade seria mais próspera, mais feliz e espiritualizada.

Odeio saber que alguém discrimina a mulher por ser prostituta ou homossexual ou outra coisa. Começa, de que a alma, que é eterna, é assexuada, tanto que a Bíblia nos diz que no céu não se dão em casamento, e, portanto, não procriam. Para isso é preciso que os espíritos encarnem num ou no outro sexo para a

 

proliferação das raças. Pela Lei de causas e efeitos, aquele, homem ou mulher que maltrata seu cônjuge, Deus faz com que, o mesmo espírito volte à carne com o sexo necessário para sofrer o mal causado ao outro. Ninguém escapa disso. É a justiça e bondade do Pai para que todas as ovelhas do Senhor um dia sejam salvas pela purificação espiritual.

A mulher é a mais valiosa dádiva que recebemos, pois que, seus erros são ínfimos se comparados aos dos homens. Por isso o número de mulheres é muito maior, senão a humanidade toda seria extinta do planeta. Creiam nisso.

Assim sendo, Viiivaaaa as santas mulheres.

Nós homens somos-lhes muito gratos. hcmessias.

 

 

 

Joaquim Barbosa

Não lamente, Dr. Joaquim. Um dia terá sua recompensa pelo bom e honesto trabalho realizado. Num futuro não muito distante, entenderemos porque dizem que DEUS ESCREVE CERTO POR LINHAS TORTAS. Nem sempre compreendemos, na hora, os Seus desígnios. Seria mais saudável se os revoltosos entendessem isso e não vomitassem o veneno da amargura, do ódio e do desejo de vingança. Veneno mata, e Deus não aprova maledicência alguma, mesmopor parte das vítimas por mais injustiçadas que sejam.

A história revela-nos casos variados de batalhas que,

  aparentemente, pareciam perdidas face ocorrências que,aos olhos materiais de homens não sensitivos, tinham toda aparência de derrota, e, inexplicavelmente, algo como verdadeiro milagre vinha de surpresa. Daí foi assimilado que o programa divino segue a Lei da Natureza. A natureza não dá saltos.

Assim, como prêmio aos esforçados que tem fé, abre-se os horizontes da vitória.

hcmessias.


 




O mal; O bem

As estratégias de Deus são um pouco diversas aquelas que os homens tolos costumam usar, porquanto o Criador não se importa em perder algumas batalhas, desde que ganhe a guerra.

E até hoje não me consta nenhuma guerra em que o BEM tenha sido derrotado.

Todos os outros tipos de lutas são apenas a manifestação do mal a consumir-se a si próprio e a espalhar ferimentos na carne ou na energia dos próprios maldosos. Por isso, deixando que se entretenham com suas pequenas estratégias. Deus os está ajudando a que se cansem de brincar com a
  pólvora do mal, exatamente por se queimarem com suas  explosões imprevisíveis.

Além do mais, as ações do bem estão sempre por cima de tudo, vigiando os efeitos desse processo sobre cada um dos envolvidos e, tão logo algum deles demonstre ter modificado seu rumo de pensamentos e sentimentos, estaremos prontos a atendê-los diretamente.

Mantenhamos pensamentos e palavras nobres e agradáveis a Deus. E a guerra será nossa.

hcmessias

 

 

 

Desobediência

Na submissão aos ensinamentos de Jesus, poucos dão primazia à prece pensada no diálogo com Deus. Isso ocorre no recôndito solitário do quarto, as almas agradecem ao Criador pelas dádivas que nos presenteia a todo momento. São graças agraciando nossos dias reforçado o Espírito ao enfrentamento das vicissitudes da vida.

Tal forma de comunicação com o Poderoso,se  converte em processo ou operação que consiste na reunião de elementos diferentes, concretos ou abstratos, e fundi-los num todo coerente. Coerência que se dá na conclusão de que mais vale um pensamento sincero, do coração, dirigido diretamente a Deus, que mil orações repetitivas, falações fastidiosas repisando as mesmas ideias com terminologias viciadas, despovoadas de utilidades, falsos efeitos pela ausência de causas nobres e esperança vazia de felicidade. Acresça-se aí, as dispensáveis atividades simbólicas de adoração ou idolatrias de míticas imagens sem vida.

 Também as falsas bajulações endeusando homens comuns, igualmente pecadores, revestidos de ricas roupagens e representações, como se fossem heróis salvadores de almas. São teatros que em nada ajudam nem consolam pessoas simples e desavisadas que continuam sem explicações para as dores que açoitam suas dignidades e enfraquecem sua fé. Por ignorância chegam a pensar mal de Deus por falta de esclarecimentos; blasfemam e ofendem diante da

 

incompreensão que sangra suas almas sem verem que as origens dos seus penares residem em si próprios e não em Deus. Causas e conseqüências.

Dirigentes religiosos ainda mais fracos e desmoralizados se tornam, vendilhões do templo, ao permutar palavras divinas por vis metais altercando, usurpando bens que os fiéis com suor arrecadam, na promessa de, com riquezas, serem perdoados pecados. É grave desobediência à Ordem Cristã que diz: “Dar de graça o que de graça receberam”, Assim claramente disse o nosso único e verdadeiro guia, Jesus Cristo, nosso amado Mestre. Tudo aquilo que fuja dos Seus ensinamentos e preceitos é adultério às Leis de Amor e da Lei do progresso.

Quem queira conquistar a Verdade Libertadora, salientada e patenteada por Cristo, faz reflexão sobre isso e parte em busca de verdades justas e esclarecedoras.

No entanto, também é agradável a Deus que pessoas e instituições religiosas unam-se, amem-se, ajudem-se mutuamente sem concorrências entre si exigindo esse mesmo respeito dos seus seguidores. Criticas são erros. Verdades devem ser mostradas com seriedade e respeito. Esse é o exemplo de Amor que o Nazareno nos deixou. Pensemos sobre isso. hcmessias